Carreira

3 profissões que estão em alta na região Sudeste e você precisa conhecer

Ao analisar as alternativas de curso superior que podem realizar ao entrar na faculdade, muitos jovens pesquisam por aquelas profissões que estão em alta no país e, acima de tudo, no local em que moram. E o motivo disso é bem simples: além da maior oferta de vagas de trabalho, haverá um maior retorno financeiro e mais oportunidades de crescimento na carreira.

Quem mora em um dos quatro estados do Sudeste, por exemplo, que é a região que concentra mais de 40% da população do Brasil e as principais megalópoles da América Latina (São Paulo e Rio de Janeiro), também está atento a isso. Afinal, essas características (assim como as diferenças entre eles) costumam influenciar na alta demanda por trabalhadores qualificados em determinadas áreas, como saúde e construção civil, por exemplo.

Pensando nisso, reunimos 3 profissões que estão se destacando nessa parte do país; que contam com alta taxa de ocupação, de acordo com 27º Boletim RADAR formulado pelo Ipea; e que — é claro — você precisa conhecer. Acompanhe!

1. Médico

Começamos, é claro, com a medicina, que forma os responsáveis por promover o bem-estar (físico e psicológico) e a qualidade de vida da população, além de auxiliar na prevenção e tratamento de doenças. 

Afinal, a demanda por profissionais de saúde não só é contínua, como também crescente, em especial no Sistema de Saúde Pública (SUS). Em São Paulo, por exemplo, o saldo negativo passa dos 1,6 mil médicos só na capital, conforme noticiado em matéria do G1. Não é à toa que essa é a profissão com a maior taxa de ocupação para os graduados (97,07%).

2. Dentista

Já os formados em odontologia, por sua vez, atuam com foco na saúde bucal, promovendo o controle e a realização de exames preventivos para evitar problemas que possam afetá-la. Assim como os médicos, eles são bastante requisitados — graças à diversidade de especializações que podem seguir —  e também estão em falta nas redes municipais de saúde, como é o caso da capital fluminense.

Para se ter uma ideia, o Rio de Janeiro enfrenta, desde 2017, conforme nota publicada na Câmara Legislativa, uma carência de profissionais especializados em disfunções temporomandibulares, o que prejudica o atendimento e o tratamento de milhares de cidadãos.

Conforme o Ipea, situações desse tipo explicam o porquê de os dentistas terem a segunda maior taxa de empregabilidade (96,22%) registrada pelo órgão.

3. Engenheiro civil

Outra das profissões que estão em alta é a de engenheiro civil, que ocupa o pódio de bronze, quando o assunto é a alta empregabilidade para os recém-formados (95,72%). E é fácil saber o porquê, já que ele é o profissional encarregado de acompanhar o andamento de obras (edifícios, pontes, estradas etc.) e lidar com todas as questões técnicas para a correta execução delas, seja no setor público seja no privado.

Mas não é só isso, já que a engenharia civil serve como parâmetro da economia de qualquer nação, e a falta de mão-de-obra dificulta o crescimento imobiliário, afeta a urbanização das cidades e, de quebra, a infraestrutura dos municípios.

É justamente esse o problema identificado em todo o território e que afeta principalmente a região Sudeste, que é a mais industrializada e com maior nível populacional, como destacado em um artigo do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA) e em uma matéria do Sindicato de Engenheiros de Minas Gerais (SENGE).

Agora que você já está por dentro das principais profissões que estão em alta nos estados do Sudeste, não deixe de se informar mais a respeito dos setores em que você pode atuar, depois de formado, para obter uma carreira de sucesso na sua cidade! 

Por isso, aproveite e entre em contato com a nossa instituição para tirar todas as suas dúvidas sobre nossos cursos de graduação e o que você precisa para iniciá-los!

You may also like
Saiba como ganhar experiência profissional durante a faculdade
FACIG participará da IV Jornada Internacional sobre Ética, Justiça e Gestão Institucional
Exatas no vestibular: 5 dicas para aprender de uma vez por todas!

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This