Vestibulando

5 razões para fazer um curso na área da saúde

Se ajudar pessoas e cuidar da saúde delas é o seu foco, então você tem o que precisa para fazer um curso na área da saúde.­ Devido à grande demanda na saúde pública, profissionais desse setor são os que possuem grandes chances de estabilidade, independência financeira e carreira de sucesso.

Quer conhecer mais razões para incentivá-lo a fazer um curso na área da saúde? Listamos algumas para ajudá-lo a concretizar esse sonho. Confira!

1. Possibilidade de ajudar pessoas

Escolher a área da saúde permite lidar diretamente com vidas. Seja em resgate ou na manipulação de fórmulas para prevenção de doenças, o objetivo desse profissional é promover saúde.

O encanto está justamente na oportunidade de ajudar o próximo por meio de experiências vivenciadas e aprendidas em sala de aula. Aqueles que se dedicam aos seus pacientes redobram as chances de obter bem-estar físico e emocional, bem como amadurecimento profissional.

2. Autorrealização

Realizar-se profissionalmente é um dos principais sonhos dos estudantes que planejam cursar uma graduação. Segundo Tim Sanders, responsável pelo núcleo de criação do Yahoo!, existem três pilares para alcançar a autorrealização: conhecimento agregado, relacionamentos construídos durante a vida e capacidade de sentir compaixão.

Por isso, se você ainda está prestando vestibular para escolher a carreira a ser seguida, atente-se a essas dicas e enriqueça sua jornada. Dessa forma, você será uma pessoa extremamente realizada.

3. Estabilidade financeira

Muitos candidatos que tentam ingressar no curso de Medicina, por exemplo, estão familiarizados com noites em claro devido à preparação para os vestibulares. Por ter um status de vida profissional realizada, além da tão sonhada independência financeira, o curso de Medicina exige muita dedicação para conquistar tais objetivos.

A formação de um médico é de seis anos, acrescida da residência, que dura, em média, dois anos. Há chances de o profissional atuar em áreas, como: pediatria, cardiologia, ortopedia e neurologia, além de cargos administrativos, como gerente médico, com remuneração que varia entre R$5 mil e R$70 mil.

4. Mercado crescente

Um estudo divulgado pela Organização das Nações Unidas mostrou que, em 2030, serão necessários 80 milhões de profissionais da saúde para atender a população mundial.

Isso acontecerá porque a quantidade de ingressos nessa área tem sido afetada, além do despreparo de profissionais recém-formados. Nesse caso, a escolha da faculdade é um passo muito importante, pois atende à exigência do mercado: capacidade técnica e, primordialmente, humanização do atendimento.

5. Campos de atuação

Os campos de atuação para profissionais da saúde são crescentes no Brasil. Um exemplo é a Enfermagem, com opções de trabalho nas áreas de ensino e pesquisa clínica, resgate, enfermagem do trabalho, Home Care, com média salarial para enfermeiros recém-formados de R$ 4 mil, com jornada de 6 horas diárias.

Para os que desejam atuar em setores gerenciais, uma pesquisa realizada pela Consultoria Michael Page mostrou que algumas áreas da saúde são pouco exploradas, mas podem ter retornos vantajosos. Atuar em cargos executivos rende salários que chegam a até R$ 35 mil.

Se você ficou interessado em fazer um curso na área da saúde, leia também nosso artigo sobre cursos na área de saúde para conhecer o potencial do mercado no Brasil e descubra mais vantagens de investir nessa carreira!

You may also like
Redação do Enem: 5 dicas para sua preparação
É possível fazer uma boa leitura dinâmica em provas e vestibulares?
Graduação tecnológica: como melhorar o mundo com sua profissão?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This