#EuSouFacig

Alunos do 7º período de Ciências Contábeis desenvolvem “Método do Caso” sobre o pedido das companhias aéreas de efetuar cobrança separada de serviços para reduzir custos.

“As empresas aéreas querem que o cliente pague separadamente por serviços como o despacho de bagagens, lanches e reserva de assentos”. José Cruz/Agência Brasil – reportagem de Sabrina Craide.

Representantes das principais empresas aéreas que atuam no Brasil defendem mudanças em regras do setor para possibilitar a cobrança diferenciada de prestação de serviços. O assunto foi discutido durante a terceira edição do evento Aviation Day, realizado em Brasília pela Associação Internacional de Transportes Aéreos (Iata).

A presidente da Latam no Brasil, Cláudia Sender, disse que a companhia irá adotar em breve um novo modelo que dará opção para o cliente pagar separadamente pelos serviços oferecidos, como o despacho de bagagens, lanches e reserva de assentos. Segundo ela, há espaço no Brasil para esse tipo de negócio.

“Quando você dá informação e opção para o passageiro, ele sabe o que está comprando. Tenho certeza absoluta que existe espaço para a gente mais do que dobrar o mercado no Brasil se a gente deixar claro para o passageiro que ele não vai poder mudar a data da viagem, que não vai poder despachar a bagagem, mas vai pagar R$50,00 pela passagem, ele vai querer. Existe uma demanda potencial para isso”, avaliou.

REGULAÇÃO

Para o diretor da Iata no Brasil, Carlos Ebner, o país ainda tem um mercado muito regulado, principalmente na parte de defesa do consumidor, se comparado com outros mercados mundiais. “Defendemos que o mercado seja regulado o menos possível pelo governo e deixar que tenha uma relação de mercado entre empresa aérea e o passageiro”, disse. Ele lembra que, quando foi adotada a liberdade tarifária para o setor de aviação no Brasil, há cerca de 10 anos, se esperava que houvesse um aumento nos preços, mas o que ocorreu foi uma queda do valor das tarifas. “Os preços caíram pela metade e o número de passageiros duplicou”.

A proposta do Método do Caso é apresentar ao aluno uma decisão já tomada e orientá-lo a se colocar no lugar de analista crítico, julgando a decisão e oferecendo alternativas, caso seja necessário. O método foi trabalhado na disciplina Contabilidade Gerencial como aplicação do conteúdo “Custos para avaliação, controle e tomada de decisões”. Os alunos desenvolveram relatório parcial e final sobre o método e os resultados foram debatidos em sala com o Professor e Coordenador do Curso Msc. Fabrício Afonso de Souza. Esta metodologia ativa, segundo os alunos, torna o aprendizado mais interessante ao lhes proporcionar avaliar situações reais, unindo teoria e prática, agregando o conhecimento de fato.

 

WhatsApp Image 2017-03-27 at 15.25.39 (1) WhatsApp Image 2017-03-27 at 15.25.39 WhatsApp Image 2017-03-27 at 15.25.37 (1) WhatsApp Image 2017-03-27 at 15.25.37 WhatsApp Image 2017-03-27 at 15.25.35 (1) WhatsApp Image 2017-03-27 at 15.25.35 WhatsApp Image 2017-03-27 at 15.25.34 (1) WhatsApp Image 2017-03-27 at 15.25.34 WhatsApp Image 2017-03-27 at 15.25.33 WhatsApp Image 2017-03-27 at 15.25.32

You may also like
SERVIÇO SOCIAL DA FACIG: PRIMEIRO LUGAR PARA O ESTÁGIO REMUNERADO NO MINISTÉRIO PÚBLICO – MG
Alunas do Curso de Direito têm Artigo Publicado em Site Jurídico
Os Desafios Da Educação Infantil: Cuidar, Educar E Brincar

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This