Vestibulando

Como a alimentação pode me ajudar na hora da prova de vestibular?

Só quem já passou ou está passando pela preparação para prestar vestibular sabe como essa época pode ser estressante. São horas e mais horas estudando, muitas vezes regadas de café e outras bebidas energéticas, além de muita pressão.

Muitas vezes, todo esse estresse que o vestibular provoca nos estudantes pode acabar levando a contração de maus hábitos — mesmo que temporariamente — como redução nas horas de sono e má alimentação. Isso, infelizmente, só tende a piorar a situação.

Como muitos já devem saber, a alimentação tem um grande impacto em nosso bem-estar e uma dieta adequada é capaz de oferecer uma série de benefícios, inclusive para quem está passando pelo estresse do vestibular. Uma boa alimentação pode, inclusive, auxiliá-lo a obter melhores resultados.

Por isso, confira agora algumas dicas e veja como a alimentação ajuda na prova de vestibular!

Nem pense em fazer a prova de estômago vazio

Assim como existem pessoas que comem mais quando estão ansiosas ou estressadas, há também aqueles que fecham a boca nessas situações. Se você é do tipo que não consegue comer devido à ansiedade do vestibular, faça uma força e tente fazer pelo menos uma refeição leve.

Ficar de estômago vazio pode causar hipoglicemia, que é quando a taxa de glicose no sangue fica muito baixa. Isso causa muita sonolência, tontura, queda de pressão, fadiga, dor de cabeça e dificulta a concentração.

Lembre-se de que as provas como o Enem e o vestibular da FUVEST, por exemplo, são verdadeiras maratonas que tomam muito tempo e exige muita energia mental. Por isso, nem pense em ir de estômago vazio no dia da prova!

Fuja dos alimentos pesados e perceba como a alimentação ajuda na prova

Assim como não é bom ir de estômago vazio fazer a prova, também não é aconselhável comer demais antes da prova ou mesmo ingerir alimentos muito pesados. Se você comer demais ou se alimentar de alimentos pesados, certamente terá seu desempenho na prova comprometido.

Isso porque a feijoada, o churrasco, queijos amarelos, mortadela, linguiça, bacon e outros embutidos têm uma digestão mais lenta, e poderão requisitar sua energia para fazer essa digestão — energia que você aplicaria na realização da prova.

Não consuma álcool pelo menos 72 horas antes

O álcool, assim como uma má alimentação, também é capaz de minar o seu desempenho na prova do vestibular. Por isso, evite o consumo de bebidas alcoólicas pelo menos 72 horas antes da prova, pois além de atrapalhar muito no funcionamento do fígado, ainda causa muita indisposição (ou seja, a famosa ressaca).

Não vale a pena pôr a perder todas as horas, dias e até meses que você passou estudando para o vestibular por uma noite de festa não é mesmo? Por isso, evite.

Beba bastante água

É muito importante que você dê preferência para a água no dia da prova, em vez de sucos e refrigerantes. Isso porque as bebidas açucaradas estimulam o apetite e são digeridas muito rápido, o que tende a diminuir seu rendimento na prova.

Além disso, a água é a melhor opção para se manter hidratado — principalmente nos dias quentes — e ajuda a evitar a pressão baixa.

Leve um lanchinho para a prova

Como já explicamos, algumas provas são verdadeiras maratonas e não dá para passar tanto tempo sem se alimentar. Portanto, leve um lanchinho para comer durante a prova e não ter seu desempenho afetado pelo incômodo da fome.

No entanto, é importante que esse lanche seja saudável. São boas opções:

  • frutas;

  • sanduíche natural;

  • barrinhas de cereais;

  • biscoito salgado;

  • chocolate — evite a versão tradicional, porque possui muito açúcar. Prefira as versões com mais cacau que é um poderoso estimulante.

Tenha uma alimentação balanceada no dia da prova

No dia da prova, procure se alimentar bem para ter bastante energia. Só cuide para não exagerar e, é claro, prefira alimentos saudáveis.

Evite os salgadinhos fritos, comidas gordurosas, fast food e alguns alimentos como iogurte, mamão e ameixa que apesar de serem saudáveis, podem piorar quadros de dor de barriga provocada pela ansiedade. No dia da prova, prefira se alimentar de frutas e verduras, carnes magras, vitaminas e sucos naturais.

Agora que você já sabe como uma boa alimentação ajuda na prova, aproveite e confira o que analisar para escolher uma faculdade de qualidade!

You may also like
Afinal, qual o perfil de um aluno de medicina?
Como escolher uma profissão: 5 dicas para acertar na escolha
Afinal, como funciona um teste vocacional?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This