Vestibulando

Como passar em Medicina?

Quando se trata de cursos concorridos na maioria das faculdades, principalmente entre as adeptas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), é comum notarmos estudantes apreensivos. E a pergunta que ronda a cabeça de muitos é: como passar em Medicina?

Se você é um deles, tenha calma — isso é normal, até certo ponto. Não deixe essa insegurança abalar sua confiança, pois esta é uma das qualidades necessárias para se alcançar seu objetivo final: passar no vestibular!

No post de hoje, veremos como conseguir uma vaga nesse curso e como esse caminho pode ser facilitado. Continue a leitura!

Mantenha uma rotina de estudos

Fazer um cursinho é opcional. Muitos candidatos aprovados para o curso de Medicina fizeram vários cursinhos, outros nunca fizeram nenhum. Isso dependerá de vários fatores, e o importante é entender que, fazendo um cursinho ou não, é extremamente necessário manter uma rotina de estudos.

Inclua a realização de simulados no seu cronograma. Busque na internet provas de diversos vestibulares, em especial os da faculdade que você escolher, e tente resolvê-las dentro do tempo máximo indicado.

Isso te ajudará não só a conhecer a dinâmica do exame, mas também a adquirir experiência e confiança. À medida que for compreendendo a mecânica do vestibular, você se sentirá cada vez mais tranquilo e confiante.

Outra boa opção para uma rotina de estudos saudável é usar o YouTube como um aliado. A rede social contém aulas em vídeos dos mais diversos tipos, com professores de todos os níveis, e uma boa pesquisa garantirá um poderoso auxílio na sua caminhada.

Mas lembre-se: não é para assistir “os vídeos mais vistos”; não perca seu foco.

Priorize a qualidade do aprendizado

O seu cronograma de estudos deve contemplar todas as matérias e cobrir uma quantidade grande de conteúdo. Por isso, reveze os assuntos e crie ciclos. Passar um mês inteiro estudando apenas física, por exemplo, não vai ser produtivo — a tendência é você se cansar pela monotonia, além de aumentar os riscos de esquecer o assunto quando partir para a próxima disciplina.

O ideal é estudar um pouquinho de cada matéria ao longo da semana. Essa é a maneira mais produtiva de abordar uma grande extensão de conteúdo. Dessa forma, você vai estimular seu cérebro a pensar frequentemente em todos os assuntos, evitando que os temas caiam no esquecimento.

Cuide, também, para não ultrapassar os limites do seu corpo. Estudar com sono, por exemplo, faz com que seu cérebro não retenha informações. Outra dica é procurar um ambiente tranquilo, onde você não tenha que “lutar” com as distrações.

Além do óbvio efeito de tirarem seu foco, a energia despendida cada vez que você precisa retomar a alguma leitura ou a um exercício é grande, e as constantes interrupções vão desgastá-lo muito mais.

Faça intervalos regulares para relaxar o corpo e a mente. Um bom alongamento pode proporcionar a energia necessária para mais uma bateria de simulados.

Fuja de tentações e distrações

Entre os candidatos aprovados no curso de Medicina, é muito comum o comentário de que foi preciso abrir mão de algumas coisas. De fato, é necessário fazer escolhas e, para ser aprovado em um vestibular tão concorrido, você precisará de muito foco.

Portanto, diminuir o uso das redes sociais, por exemplo, é extremamente importante.

Tenha em mente que o tempo gasto no Facebook ou no WhatsApp poderia ser empregado de uma forma mais útil — os minutos passam depressa quando se está imerso nas publicações de seus amigos e grupos e, quando você perceber, já terá perdido horas preciosas.

Por outro lado, é preciso cuidado. A maioria dos aprovados em vestibulares de Medicina aponta que esse afastamento social e o mergulho completo nos estudos podem fazer você se isolar e abandonar hábitos importantes para seu desenvolvimento, além de comprometerem seu aprendizado em longo prazo.

Por isso, o recomendável é sempre manter em sua rotina de estudos um período de descanso. Faça exercícios, assista filmes motivadores, reserve um tempo para os amigos — lembre-se, é preciso estar com mente e corpo equilibrados.

Conheça a instituição desejada

Uma boa opção para os futuros médicos é conhecer a tudo a respeito da faculdade na qual se pretende estudar. Busque, na internet, dados sobre as parcerias que ela oferece e o currículo do curso e dos professores.

Considere a possibilidade de conhecer o campus pessoalmente. Isso vai te ajudar de diversas maneiras, estimulando-o a manter o foco no seu objetivo, que vai ser muito mais palpável depois da visita.

Faça uma boa visita

Seja sozinho ou acompanhado (pelos pais, amigos ou numa excursão com a escola), sua visita ao campus desejado não pode ser apressada. Com uma “passadinha” rápida, você não vai conseguir ter uma noção de como é o dia a dia na instituição.

Fique lá o máximo de tempo possível, conheça toda a estrutura da sua futura faculdade de Medicina — das salas de aula e dos laboratórios à lanchonete. Converse com professores, aproveite para tirar dúvidas a respeito das disciplinas e conheça o programa de atividades extracurriculares.

Dialogue, também, com os alunos. Eles são o que você será no futuro, portanto os relatos que você ouvir deles vão permitir saber como será a sua rotina.

Busque informações oficiais

O Ministério da Educação possui um sistema integrado de avaliação, que contempla desde testes aplicados em alunos dos primeiros e últimos semestres até pareceres sobre a estrutura das universidades, passando pela análise do corpo docente. Assim, é possível consultar se a sua futura faculdade possui a certificação em dia e qual foi a nota atribuída a ela.

Essas informações são importantes para evitar dores de cabeça no futuro, uma vez que um curso sem certificação do MEC pode invalidar seu diploma.

Mantenha o foco no objetivo final

Pense em longo prazo! O seu objetivo não é passar uma semana trancado no quarto lendo até não conseguir entender nada, mas sim passar em Medicina. E a aprovação, embora totalmente possível, demanda um planejamento longo, de no mínimo um ano.

Portanto, evite desperdiçar tempo ao pensar que ainda faltam muitos meses até a data da prova. Estabeleça um cronograma desde já.

Faça um exercício simples: escreva seus objetivos em um caderno, uma agenda ou um arquivo de computador. Imagine-se daqui a cinco anos. Onde você vai estar? Que estilo de vida quer ter? Mantenha o arquivo à mão e consulte-o sempre que se sentir desestimulado.

E o mais importante: não desista!

Seguindo as dicas acima, será muito mais fácil conseguir uma vaga. Lembre-se: o segredo para passar em Medicina é não perder o foco, manter uma rotina de estudos rígida e buscar o equilíbrio para não chegar ao meio do caminho desanimado ou cansado. Por isso, não desista nunca!

E então, gostou do artigo? Já sabe como passar em Medicina? Se tiver alguma dúvida, ou uma boa e nova dica, conte nos comentários!

 
You may also like
Afinal, qual o perfil de um aluno de medicina?
Afinal, é possível passar no vestibular sem fazer cursinho preparatório?
Como escolher a faculdade ideal para cursar Odontologia

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This