#EuSouFacig Vida de Estudante

Controle Social e seu Impacto nos Serviços de Saúde.

Semana do Pensar 2018

Sabendo quão importante é a discussão sobre o Controle Social e seu impacto nos serviços de saúde, o curso de Enfermagem participou no dia 24/10 de palestra com a Assistente Social Denise Aparecida Braga Jardim, que atualmente é Assistente Social da Unidade de Pronto Atendimento de Manhuaçu; Conselheira Municipal de Saúde – Segmento Trabalhadores;  Coordenadora da Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhadores – CISTT e Conselheira Municipal de Assistência Social. O tema abordado foi “Controle Social: a importância do profissional de saúde nas instâncias municipais, estaduais e federais”.

O tema foi amplamente discutido e despertou nos alunos o desejo pela participação nos Conselhos de Saúde de seus respectivos municípios. A palestrante ressaltou a importância da participação da sociedade e dos profissionais de saúde nas diferentes instâncias. É preciso participar da construção do SUS, colaborar com a fiscalização dos investimentos em saúde e contribuir com propostas de melhorias.

Um dos pilares mais importantes do SUS está relacionado com a participação da sociedade no processo de fiscalização dos recursos e do andamento dos trabalhos realizados no Sistema Único de Saúde.  A participação nos Conselhos de Saúde garante a inclusão da população no controle e elaboração de políticas para a gestão da saúde o que reflete diretamente na qualidade dos serviços prestados.

A enfermagem tem papel fundamental nesse contexto, além de participar ativamente das reuniões, o profissional também deve conscientizar a população sobre a importância do envolvimento com temas tão relevantes para a comunidade.

A professora Daniela Schimitz se disse encantada com a discussão e já se organizou com os alunos do 6º período para a participação na próxima reunião do Conselho Municipal de Saúde de Manhuaçu. A aluna Lidiane do 2º período exemplificou bem as políticas do Conselho de Saúde e suas articulações, e como é fundamental a participação de profissionais de saúde nas reuniões periódicas.

Ainda no dia 24/10 o curso de Enfermagem recebeu a Enfermeira Carla Mendes Queiroz Silva, coordenadora da ESF Ponte da Aldeia, que apresentou a palestra: “Outubro Rosa, cuidados essenciais na prevenção do câncer de mama”. Com o evento, as ações desenvolvidas no Outubro Rosa foram encerradas com chave de ouro, os acadêmicos de Enfermagem e Psicologia se organizaram em um Game para abordar as principais questões discutidas durante o evento. A equipe com mais acertos foi a campeã, durante toda a noite, informações acerca do tema foram discutidas nos diferentes ambientes da faculdade.

A enfermeira Carla ressaltou a importância de hábitos de vida saudáveis como prática regular de esportes e alimentação balanceada. Além disso falou sobre o autocuidado, é preciso cuidar de sua saúde para então ensinar aos demais, o profissional de saúde muitas vezes negligencia a própria saúde.

O aluno Maikon do 4º período falou sobre os riscos do diagnóstico tardio e as chances de cura quando o diagnóstico é feito precocemente. Trabalhar com a prevenção e promoção da saúde é muito valioso e deve ser imperativo nas práticas de enfermagem.

Ainda na Semana do Pensar, no dia 25/10 o Enfermeiro Rafael Henrique dos Reis da Fundação Cristiano Varella falou das inovações nos “Cuidados Paliativos aos Portadores de Câncer”. Foi maravilhoso conhecer um pouco mais sobre o trabalho dessa instituição que cuida de tantos pacientes em momentos tão críticos. Falou ainda da Política de Humanização da Fundação, onde todo paciente é único e deve ser tratado como tal.

Mesmo em casos graves ou terminais, a individualidade deve ser respeitada e as vontades e direitos dos pacientes devem ser levadas em consideração. O profissional de saúde deve estar apto a ouvir seu paciente e garantir que o cuidado prestado respeite a vontade de cada um. É preciso incluir o paciente e família na tomada de decisão, o paciente também é responsável por seu tratamento.

A professora de Psicologia Aplicada à Enfermagem, Márcia, ressaltou a dificuldade que muitos profissionais têm em lidar com o luto, por isso, é valioso discutir o tema e preparar os futuros profissionais para lidar com as perdas inerentes da profissão, o que não é tarefa fácil.

Ao final das palestras da Semana do Pensar, o que ficou foi um sentimento de agradecimento às oportunidades de aprendizado oferecidas aos acadêmicos.

Texto: Thiara Guimarães Heleno de Oliveira

 

 

You may also like
RESULTADO EDITAL Nº 008/2017 PROCESSO DE SELEÇÃO
Alunos do 1º Período de Direito da Facig encerram o semestre com produção de livros para a disciplina de introdução ao estudo do direito
Visita técnica APAC (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados)

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This