#EuSouFacig

Objetivos educacionais e avaliação da aprendizagem

Se o conhecimento dobra a cada oito anos, ninguém consegue adquiri-lo completamente. Isso causa uma maior fragmentação de competências e, portanto, uma maior concorrência no mercado de competências voltadas para campos específicos. Assim, o professor, ao formular o seu plano de ensino, deve se atentar para tudo isso, criando objetivos de aprendizagem e formas de avaliação que desenvolvam realmente nos alunos habilidades e competências necessárias para sua vida profissional, ao invés de se trabalhar a mera repetição.

Para tanto, no dia 06 de fevereiro de 2018, os professores da instituição foram levados a refletir sobre a classificação dos objetivos educacionais da taxonomia de Bloom, bem como a subcategorias de conhecimento; objetivou-se, com essa reflexão, estimular os professores a elaborarem seus planos utilizando as denominadas “habilidades de pensamento superior”, propostas por Bloom.

 Além disso, ressaltou-se que deve haver um alinhamento construtivo entre resultados de aprendizagem, métodos de ensino e de avaliações; em virtude disso, em seu plano de ensino, o professor deve primar por uma abordagem adequada para a tomada de decisão no intuito de facilitar o desenvolvimento e a avaliação dos resultados de aprendizagem dos alunos.

You may also like
PROFESSORES DA FACIG PODEM PARTICIPAR DE PROGRAMAS INTERNACIONAIS
UM CONVITE AO PENSAR: O CURSO DIREITO DA FACIG PROMOVE PALESTRA COM ÍCONE DA ADVOCACIA MINEIRA
Alunos do Curso de Ciências Contábeis desenvolvem projeto de elaboração da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This