Carreira

Psicologia, pedagogia e psicopedagogia: entenda suas diferenças

Você quer fazer uma graduação na área de educação, mas está na dúvida entre psicologia, pedagogia e psicopedagogia? Antes de qualquer coisa, é necessário começar entendendo que estamos falando de profissões diferentes, que apesar de serem semelhantes e estarem relacionadas, possuem atuações distintas. Confira abaixo quais são as diferenças e especialidades desses campos de trabalho!

Definições de psicologia, pedagogia e psicopedagogia

O primeiro passo para decidir qual curso escolher é compreender as definições de cada área. Sendo assim, comece sabendo que a psicologia é o campo que analisa o que motiva o comportamento humano e os seus respectivos processos mentais, passando pela sensação, emoção, percepção, chegando até a inteligência e aprendizagem.

Já a pedagogia é a ciência que estuda os métodos e princípios aplicados exclusivamente no processo da educação. Os pedagogos são incumbidos de solucionar problemas de aprendizagem que estão relacionados ao desenvolvimento de crianças e jovens, além de garantir o uso de métodos de ensino que estejam adaptados às necessidades dos indivíduos que estão em formação. Por exemplo, ao identificar um aluno com carências educativas especiais, esse profissional trabalha para tornar a sala de aula e os conteúdos mais inclusivos.

Podemos definir psicopedagogia como o ramo que aplica os recursos da psicologia durante os processos de aprendizagem, tendo como finalidade principal tornar os princípios da pedagogia mais eficientes. Essa área analisa como as pessoas constroem o conhecimento. Depois de identificar as etapas desse processo, o psicopedagogo escolhe as melhores estratégias e ferramentas para favorecer o aprendizado.

Diferenças na atuação

Quando tratamos de psicologia, pedagogia e psicopedagogia, a principal diferença entre essas três formações é o foco de trabalho de cada uma.

No âmbito escolar, o psicólogo é quem aborda as questões emocionais e comportamentais do aluno que podem atrapalhar o seu aprendizado.

O pedagogo, por sua vez, vai atuar nas situações práticas que envolvem o processo de aprendizagem e as suas possíveis dificuldades.

Ao se formar em psicopedagogia, você estará preparado para atuar tanto na área de psicologia quanto na de pedagogia. No entanto, vale lembrar que seu empenho e dedicação serão decisivos na hora de se especializar na função que esteja mais de acordo com o seu perfil profissional.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho é bem abrangente para as três áreas profissionais. O psicólogo tem que se graduar em psicologia, cujo curso dura cinco anos, período em que estuda sobre o desenvolvimento e comportamento humano, além das suas emoções a partir de vários ângulos. Após se formar, é possível trabalhar no setor organizacional, hospitalar, clínico, jurídico e escolar, podendo seguir as linhas de psicologia comportamental, psicologia analítica, psicanálise e psicodrama.

Para ser pedagogo, é necessário se formar em pedagogia, o que geralmente leva entre quatro e cinco anos. O estudante desse curso aprende sobre os processos de aprendizagem em suas diversas formas, idades e contextos. Esse profissional pode trabalhar em escolas, projetos comunitários, ONGs, hospitais, empresas privadas e públicas, atuando como professor de educação básica, coordenador, mediador, assessor ou orientador.

Ainda tratada como uma novidade, a psicopedagogia tem começado a ser oferecida como graduação em algumas instituições. O curso dura três anos e compreende as bases de psicologia e pedagogia, preparando o aluno para lidar com dificuldades de aprendizado em escolas e clínicas com crianças e adolescentes.

Como se vê, as áreas de psicologia, pedagogia e psicopedagogia se diferenciam na forma de atuação de cada profissional, mas andam de mãos dadas na esfera educacional, visto que uma complementa a outra.

Você tem interesse em alguma dessas formações? Entre em contato com a Facig e esclareça todas as suas dúvidas!

You may also like
Veja como é o dia a dia de um Enfermeiro
Conheça as 3 áreas de atuação na carreira de Marketing
Afinal, qual é a diferença entre Medicina e Biomedicina?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This